Buenovel

Baixe o livro no aplicativo

Download
Capítulo 05

Alika narrando:

Loucura é o que estou fazendo, neste momento estou no carro com Erik a caminho de uma "balada"... Quando ele me propôs aceitei... Sei lá nem consegui negar, fiz um banho rápido e fiquei me matando pra vestir algo que seja adequado... Mas não sei, optei por um top e uma blusinha preta transparente, umas calças pretas e sapatilhas brancas, passei um gloss labial transparente dando um brilho txaram... Quando ouvi o som na janela abri de imediato e o vi... Lindamente, um look descontraído e que ficou estranhamente sexy nele... Aquele cabelo desarrumado como sempre gostei e um sorriso sacana no rosto... Porquê pensa nisso?! Ele é seu irmão, acorda pra vida menina!! Minha mente me recriminava... Quando ele me carregou pra sair do quarto... Ohhh céus... Um choque e uma onda de arrepios me atacaram... Mas claro... Tinha que manter a pose ...

- chegamos...__ Erik falou me tirando do transe

Um lugar chique que mais parecia um restaurante, mas com luzes néon pra tudo quanto é canto, muitos seguranças e muitos carros luxuosos...

- é lindo e chique...__ falei vislumbrada 

- é uma festa privada, vamos nos divertir muito lá...__ falou sorrindo sexy e piscando me deixando sem graça

Descemos do carro e caminhamos até a entrada, entregamos nossos nomes e entramos, se eu disse que era chique por fora... Dentro é chiquerimo... Não demorou muito e uma "multidão" veio cumprimentar o Erik fazendo com que eu ficasse longe, afinal não era conhecida por ninguém ali... Tomei a liberdade de ir até ao bar que não era longe, sentei e comecei a dar uma vista de olhos na movimentação...

Jovens, ali só tinham jovens, muito bem vestidos e todos pareciam uns mimados a beça, um e outro tinha ar independente...

Minhas pupilas pairavam pelo ambiente até que passaram em um homem extremamente sexy... Alto, cabelos negros, olhos puxadinhos, lábios vermelhos e carnudos, e um sorriso pra derreter qualquer uma... Ele está vindo na minha direção, me virei bruscamente pro balcão e fingi estar distraída com o celular...

- linda noite pra você ficar só sentada grudada no celular...__ no mesmo instante me virei e encarrei seus olhos engraçados e marcantes...

- pois é nem?! __ respondi sem graça

- prazer, Derek__ disse sorrindo e esticando a mão

- prazer, Alika__ falei correspondendo ao seu gesto

- aceita uma vodka?!__ perguntou simpático

- nahhh, não me dou bem com bebidas... Um drink sem álcool por favor__ falei envergonhada lembrando do mico que paguei na festa dos calouros, foi só um gole e eu fiquei toda "feliz"

- fraquinha você hein!!...__ sorriu gostoso mostrando seus dentes meio bagunçados porém lindos...

Baixei a cabeça em sinal de vergonha

Ele fez o pedido pro barman, que me entregou quase de imediato...

O homem dos olhos puxados aproximou- se e sentou- se na cadeira em minha frente, fazendo com que sentisse seu perfume inebriante...

- você é muito bonita Alika...__ falou me fitando... E eu sorri boba

- obrigada, você também é__ respondi sem graça

Ele ia falar algo, mas então apareceu um segurança e cochichou algo em seu ouvido fazendo com que ele levantasse de imediato... Murmurou algo e logo disse

- foi um prazer te conhecer, espero te encontrar mais vezes pra desfrutar da sua companhia e da sua beleza__ falou beijando as costas da minha mão direita e me olhando firme... Apenas assenti... Aquele olhar... Acabou com a minha fala...

Fiquei ali apreciando o nada e eis que surgiu um garoto magro, alto, olhos azuis, lábios pequenos rosados, nariz empinado e com um ar de "ser superior"

- você não devia estar sozinha num lugar como este...__ advertiu ele rindo

- primeiro boa noite, segundo eu posso estar sozinha onde eu quiser... Sei me defender__ respondi impaciente, apesar de ser bonito aquele ar de garoto metido a Playboy me enjoo logo...

- nossa, como é marrentinha...__ falou se aproximando e apertando minhas bochechas como se eu fosse um bebé

- toca em mim de novo e eu te deixo "infértil"...__ respondi

- desculpa flor... Não queria te irritar... Eu sou Luccas... E você?!__ falou calmo e me pareceu baixar a bola

- Alika...__ respondi seco

- hmmm Alika, nome bonito e assim como você... Acho que é a mulher mais bonita nesta festa...__ disse sorrindo e me fez gargalhar feito hiena... Essa cantada literalmente foi um máximo

- fica uma deusa sorrindo assim...__ disse acariciando meu rosto__ seus cachos são bonitos__ ele elogiou tocando em meus cachos... Virou romântico... Hmmm... Interessante

- obrigada...__ respondi boba

- eu achava que não tinha como você ficar mais linda... Quando está sem jeito fica um paraíso...__ disse sorrindo discreto com um ar vitorioso pela minha timidez...

- hm hm__ ouvi Erik pigarrear fazendo com que Luccas tire sua mão de meu cabelo e ficar sério... Olhei pra Erik que estava sério... 

- eu vou indo... Foi um prazer te conhecer Alika... Até mais...__ disse saindo

- você assustou o garoto Erik!!__ bufei frustrada... Eu estava gostando de conversar com Luccas... Aliás de ouvir o que ele falava...

- estava muito saidinha pro meu gosto... Estava gostando de ficar com ele?!__ perguntou arqueando uma sobrancelha e mantendo uma pose mais rija...

- claro... Se você literalmente me abandonou...__ rebati revirando os olhos

Ele relaxou os ombros, desfez as rugas na testa adoptando assim um semblante sereno, sentou-se ao meu lado...

- desculpa... Estava um bocado entretido... Não queria te deixar sozinha__ respondeu calmo

- tá...__ respondi seco... 

- por favor, duas vodkas...__ ele pediu ao barman

- eu não bebo Erik...__ falei olhando pra ele

- ahhh deixa de ser chata cabeção... Viemos pra nós divertir__ respondeu

- não me chame de cabeção no meio da multidão__ falei dando um tapa em sua cabeça...

- eu tenho problemas com álcool... Perco o controle rápido...__ revelei envergonhada e ele riu descontroladamente

- não me diga que já pagou mico por isso?!__ perguntou e riu ainda mais quando viu que baixei a cabeça em sinal de afirmação

- o que você fez?!__ perguntou tentando conter o riso...

- pra você rir de mim?! Não, não conto...__ respondi

- prometo que não vou rir... Também já paguei muito mico__ respondeu 

- tá... Eu comecei a dançar feito louca, beijei um monte de cara e quase tirei a roupa...__ respondi envergonhada e ele riu ainda mais...

- para Erik... Senão eu vou embora!__ ameacei 

- vai como?! Estamos longe de casa e você só corre risco de ser descoberta por seus pais...__ respondeu  cheio de si e eu suspirei derrotada

- vai toma isso ... Não vou deixar você pagar mico... Prometo que quando você ficar louquinha eu te levo pra casa...__ ele falou num tom tão convincente que eu bebi logo...

Lá se foram, um, dois, três e sabe-se lá quantos drinks tomamos...

Fomos pra pista de dança super animados e bêbados... Dançávamos feito loucos as músicas agitadas e por algum motivo o DJ decidiu colocar uma música lenta... Por instinto aproximamos nossos corpos e dançamos colados... Uma hora a outra ele fazia meu corpo girar... As respirações ainda estavam meio ofegantes, dava pra sentir seu coração bater como se fosse sair do lugar, nossos olhares se encontraram... Calmamente Erik inclinou seu rosto até o meu fazendo-me sentir seu hálito quente, seus lábios estavam extremamente convidativos... Fechei os olhos apreciando o momento e de repente um beijo... Calmo e incrivelmente gostoso... Diferente de todas bocas que já beijei... Àquela tinha algo diferente, eu simplesmente não queria parar de beijar... Minhas mãos subiram até sua nuca enquanto ele agarrava minha cintura... Eu não teria parado o beijo se meus pés não estivessem doendo de tanto estica-los para não massacrar a coluna de Erik...

Nos afastamos e rimos da situação embaraçosa... E o maldito DJ parecia esperar o nosso beijo terminar para colocar uma música agitada fazendo com que voltassemos a dançar...

Próximo Capítulo